terça-feira, 22 de maio de 2012

Um ano da morte de Abdias do Nascimento



Nascido em Franca, São Paulo, no ano de 1914, Abdias do Nascimento, foi artista plástico, escritor, poeta e dramaturgo.
Deputado Federal (1983 a 1986), Senador da República (1991 a 1999), Secretário de Estado de Direitos Humanos e da Cidadania, em 1999. Em 2006, Abdias, oficializou o dia 20 de novembro, como o dia da Consciência Negra, em São Paulo.
Na Argentina, participou da Santa Hermandad Orquídea, grupo de poetas argentinos e brasileiros, onde morou por mais de um ano.
Voltando ao Brasil, em 1941, é preso na extinta penitenciária do Carandiru, por um crime de Resistência.
Abdias foi professor benemérito da Universidade do Estado de Nova York e doutor Honoris Causa, pelo Estado do Rio de Janeiro e pela Universidade de Brasília.
Abdias do Nascimento e Leonel Brizola
No dia 24 de maio de 2011, o Ativista Social e Defensor da Cultura e Igualdade Afrodescendente no Brasil, morreu no Rio de Janeiro, aos 97 anos.

Criador do Teatro Negro Experimental (TEN)
''Rosa cheirosa e macia
que ao morrer no 
meu jardim plantei
sob a terra desapareceu
aos cuidados da minha
pobre primavera de
uma gata demente e morta
a rosa-gata enternecida
em rosa-flor floresceu
foram ambas a 
única rosa que
a infância me deu''
Evocação da Rosa 
Abdias do Nascimento


Nenhum comentário:

Postar um comentário